CBF emite nota de solidariedade à Chapecoense por conta de acidente de avião

CBF emite nota de solidariedade à Chapecoense por conta de acidente de avião

Na manhã desta terça-feira (29 de novembro), a Confederação Brasileira de Futebol se manifestou sobre o acidente do avião que levava os jogadores da Chapecoense rumo a Medellín, na Colômbia, para a disputa da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional. Danilo, Alan Ruschel e Jackson Follmann foram alguns dos jogadores resgatados com vida, segundo a rádio Caracol. Segue a nota da CBF:

A CBF manifesta a sua consternação com as notícias que chegam da Colômbia, dando conta de um acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense, jornalistas e convidados, a caminho do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana.

Estamos em contato com a Conmebol, autoridades locais e representantes do clubes em busca de mais informações, antes de quaisquer possíveis medidas quanto ao andamento do futebol brasileiro.

Desde já, manifestamos a nossa solidariedade e direcionamos nossas orações aos passageiros e tripulantes do voo.

#ForçaChape




Presidente do Atlético Nacional mostra solidariedade à equipe da Chapecoense

Em depoimento na manhã desta terça-feira (29 de novembro) – madrugada na Colômbia- ao Twitter do FOX Sports Argentina, o presidente do Atlético Nacional, Juan Carlos de la Cuesta, declarou solidariedade à delegação da Chapecoense, envolvida em um acidente de avião na madrugada desta terça, enquanto chegava a Colômbia, para disputar na quarta-feira (30) o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana contra a equipe colombiana, no Atanasio Giradot, na capital Medellín. De la Cuesta também afirmou que não medirá esforços para ajudar na busca pelos feridos:

“Não mediremos esforços para ajuda-los. O Atlético Nacional mostra solidariedade aos envolvidos no acidente, e afirma que vai ajudar no que for preciso para resgatar os envolvidos” – completou.




Goleiros Danilo e Jackson também são resgatados com vida após acidente aéreo na Colômbia

Danilo e o goleiro Jackson foram resgatados com vida (Getty Images)

Herói da Chapecoense na atual edição da Copa Sul-Americana, o goleiro Danilo foi resgatdo com vida do acidente aéreo que sofreu o elenco da equipe catarinense na madrugada de segunda para terça, em la Ceja, na Colômbia. Além do arqueiro titular, o goleiro reserva, Jackson Follmann, também foi resgatado com vida e ambos foram enviados para o hospital. Todas as informações são do canal de televisão TeleMedellin e da Rádio Caracol, ambas da Colômbia

*Mais informações em instantes




Festa dos Destaques da Crônica Esportiva foi sucesso Nacional e foi transmitido ao vivo – Veja




Após 22 anos Palmeiras levanta título brasileiro de 2016 – Veja como foi..




Mistão do Grêmio toma goleada do Santa Cruz no Arruda 5×1- veja os gols




Sport empata com lanterna América MG e se complica na classificação – Veja os gols




Náutico 0 x 2 Oeste – Sonho do acesso acabou….veja os gols




Chapecoense na final da Sul americana – Veja




João Ananias e Esquerdinha confiantes no acesso timbu

A semana de trabalho para a partida decisiva pela última rodada da Série B contra o Oeste (SP), sábado, às 16h30, na Arena de Pernambuco, vem mexendo com a cabeça dos jogadores do Náutico. Afinal, caso bata a equipe paulista e uma bem possível combinação de resultados aconteça – o Vasco empatar no Rio com o Ceará ou o Bahia perder em Goiás para o Atlético (GO) -, o Timbu estará de volta à Primeira Divisão nacional.

O volante João Ananias, uma das principais peças do setor defensivo alvirrubro, disse que a ansiedade é grande. “Queremos que chegue logo o sábado, é uma decisão e, mesmo dependendo de outros resultados, temos que fazer a nossa parte dentro de casa. Espero que a torcida compareça em grande número e faça uma festa bonita para, se Deus quiser, comemorarmos juntos o acesso à Série A”, enfatizou, lembrando que os rivais na luta pelo acesso não terão vida fácil na última rodada. “O Ceará vai querer fazer um grande jogo diante do Vasco, enquanto o Atlético vai querer fazer a festa do título diante do Bahia em casa”.

No Náutico há cerca de oito anos – cinco deles como profissional -, João Ananias se diz muito animado com a possibilidade de ver o clube novamente na Série A. “É gratificante a gente estar neste jogo final com a possibilidade de subir, pois estamos só a dois pontos do G4. Com o apoio da torcida tentaremos dar o melhor em campo, tocar a bola com tranquilidade e tentar encontrar o caminho do gol”, frisou, destacando que a experiência de Givanildo Oliveira em um momento como esse pesa bastante. “Ele conhece o caminho para o acesso e tem passado bastante confiança para todos nós”.

Um dos destaques na vitória sobre o Tupi (MG), sábado passado, o meia Esquerdinha também falou sobre a confiança aumentada do grupo após a goleada sobre por 4×1 sobre os mineiros, em Juiz de Fora. “A gente ficou muito feliz sim. Pelo placar pode dar até a impressão que foi fácil, mas não foi. O importante é que estamos vivos na vida pelo acesso, mas, particularmente, é a primeira vez que vivo uma situação de termos que vencer o adversário e torcer que outros resultados nos favoreçam. Porém, quando entrarmos em campo, temos que esquecer os outros – Vasco e Bahia – e fazer a nossa parte”.

MARCO ANTÔNIO

Já uma das novidades neste início de semana foi a presença de Marco Antônio realizando treinamentos de transição após ficar fora, por conta de uma lesão no adutor da coxa direita, da partida da 37ª sétima rodada diante do Tupi. Porém, o médico do Timbu, Renato Paes Barreto, assegurou que o meia ainda passará por um exame de imagem na quarta-feira. É ele que vai definir se o jogador será ou não liberado para o confronto com o Oeste (SP), sábado, na Arena.

“Sobre Marco Antônio, ele tratou a lesão no adutor durante toda a semana, melhorou e a gente fez no campo, hoje, uma simulação de jogo com o fisioterapeuta Silmário Gomes. Marco não e queixou de nenhuma dor, mas a gente segue observando e vamos fazer um exame de imagem na quarta-feira para ver se ele estará totalmente recuperado. A sua liberação, portanto, vai passar muito pelo trabalhos feitos neste período”, explicou o médico timbu.

Márcio Cruz/Comunicação Náutico